SalmosSelect another book


Chapter 139 of 150

1Ao mestre de canto. Salmo de Davi.*

2Livrai-me, Senhor, do homem mau; preservai-me do homem violento,

3daqueles que tramam o mal no coração, que provocam discórdias diariamente,

4que aguçam a língua qual serpente, que ocultam nos lábios veneno viperino.

5Salvai-me, Senhor, das mãos do ímpio; preservai-me do homem violento, daqueles que tramam minha queda.

6Orgulhosos, armam laços contra mim e estendem suas redes, e junto ao caminho me colocam ciladas.

7Digo ao Senhor: vós sois o meu Deus. Escutai, Senhor, a voz de minha súplica.

8Senhor Deus, meu poderoso apoio! Vós protegeis minha fronte no dia do combate.

9Não atendais, Senhor, aos desejos do ímpio, não deixeis que se cumpram seus desígnios.

10Que não levantem a cabeça os que me cercam; sobre eles recaia a malícia de seus lábios.

11Carvões ardentes chovam sobre eles: sejam lançados numa fossa de onde não se ergam mais.

12Não terá duração na terra a má língua; o infortúnio surpreenderá o homem violento.

13Sei que o Senhor defende o desvalido, e faz justiça aos pobres.

14Sim, os justos celebrarão o vosso nome, e os retos poderão viver em vossa presença.